Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

NA CASA DA AVÓ BRITA

COISAS DA VIDA E DOS BRACIAIS
 
Como diz um amigo meu, sou um felizmente reformado mas ainda não perdi o hábito de acordar cedo. Diz-se, por outro lado, que os velhos nunca dormem ou que dormem pouco. Isso é o que se passa comigo, apesar de não me considerar velho. Sempre dormi pouco com a ânsia de ir trabalhar. Posso dizer aqui, com todo o à-vontade, que o trabalho foi o meu grande companheiro. E ainda hoje e´.
Estando agora aposentado disponho do tempo à minha vontade e aplico-o fazendo coisas do meu agrado. O que me agrada mais em mim é a escrita; até pareço um escritor porque são eles que dizem que um escritor necessita de escrever. Sempre gostei muito de escrever e lá na Escola Primária a professora D. Helena, sempre me disse que eu tinha jeito para fazer as redacções. Quando fui fazer o exame de admissão para entrar na Escola Comercial e Industrial de Faro, no exame, pedia-se para se relatar uma grande viagem e eu escrevi assim: “Eram nove horas da manhã quando eu, a minha Mãe   e os meus irmãos embarcámos no combóio com destino a Lisboa... Quando lá chegámos a minha Mãe comprou sorvetes para nós”.....       
Hoje recordo com saudade esses tempos da minha juventude que foram muito bons. Sempre tive durante a minha vida, mas principalmente na minha juventude, a mania de andar com malta mais velha do que eu. Quando tirei o curso para Professor Primário lá na Escola do Magistério que fica ao pé da Câmara e ao pé da Sé de Faro, o meu parceiro de carteira era o Rogério Cavaco Silva, irmão do nosso Presidente da Republica, que tem aí uns dez anos de idade a mais do que eu.. No Patacão tive as minhas épocas com o Rosendo Piriquito, velho amigo que já tenho falado aqui e com o Gabriel do Tomezinho com quem também acompanhei muitas vezes..
Hoje, senti saudades dessa malta toda lá do Patacão, do meu amigo Viegas da casa de bicicletas, do Joaquim Portela, do Hermínio, corredor da Volta a Portugal e filho do barbeiro Joaquim Custódio e, vejam bem no que me deu, lembrei-me com saudade dos velhos dos Braciais. O primeiro que me veio `a ideia foi o meu avô José Apolo, a quem aqui já dediquei uma crónica. Tive pena de não ter tido com ele mais contacto, mas ele já era velhote quando eu tinha aí quatro ou cinco anos. Nessa altura a gente, eu e os meus primos que éramos alguns sete ou oito, íamos brincar para a casa do meu avô enquanto os nossos pais andavam nas hortas a trabalhar as terras. Os mais velhos era eu e a minha prima LEONILDE que andávamos quase sempre às abarcas. Uma vez coisa correu mal e dei um pontapé sem querer, na minha prima, que lhe doeu bastante. . E quero agora aproveitar esta crónica que estou a escrever para te pedir desculpa, pois o que se passou foi coisa de moços.
Por isso, minha querida Prima, quero que saibas que estou muito arrependido de ter feito isso e espero que me desculpes.
E aí vai um beijinho para ti do
Teu primo
João Brito Sousa
publicado por SOUSINHA às 08:37
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De a silva a 21 de Maio de 2007 às 12:23
Já o tenho dito aqui várias vezes. Hoje volto a repeti-lo a propósito deste teu texto: há quem diga que um Homem começa a envelhecer quando passa a preencher a maioria do seu tempo com recordaçãoes.

Eu não estou totalmente de acordo com semelhante teoria porquanto perfilho a ideia de que, como refere o estafado, mas nem por isso menos verdadeiro, lugar comum, "recordar é viver". É bem verdade que se vive no reviver da vida passada. E, quando se tem a capacidade de se saber passar a escrito o produto das evocações que habitam o universo da nossa memória, melhor ainda!
Melhor para o próprio que, ao particularizar cada uma das situações evocadas, se delicia na revisão dos factos. Melhor para os terceiros que, tendo a felicidade de ser leitores do relato, se enriquecem com o conhecimento de comportamentos e emoções de um seu semelhante, para além de, igualmente, se reviver em situações pessoais que a faculdade da associação de ideias, inevitavelmente, despertam no seu sentir.

Continua aí na senda dessas recordações que o pessoal, felizmente reformado, vai agradecendo.
E vivendo!

arnaldo silva
felizmente reformado

De SOUSINHA a 21 de Maio de 2007 às 15:37
MEU VELHO.

Tudo bem por aí? Gostei do teu texto e aí vai um abraço do
BS

De Manel Piorna a 21 de Maio de 2007 às 23:22
E assim nasce um escritor e se faz a história de um povo!
Manel Piorna
De SOUSINHA a 22 de Maio de 2007 às 00:35
Ao meu alentejano amigo.

Viva.
Muito obrigado pelas palavras.
Um abraço do
João

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FICA SUSPENSO ATÉ NOVA OR...

. A HORTA BIOLÓGICA

. AS GEADAS

. A CARVOARIA DO PASSOS

. UTENSÍLIOS AGRÍCOLAS

. O TREINO DO SENHOR CARVAL...

. FARO DENTRO DAS MURALHAS

. UM BOM FIM DE SEMANA

. IGREJA DE S. PEDRO

. A RUA DOS BRACIAIS

. AO POETA MANUEL JOSÉ E F...

. A HORTA DOS BRITOS

. O MEU PRIMO SEBASTIÃO BRI...

. AS MOÇAS E OS MOÇOS DO M...

. POESIA DO DR. UVA

. ALÓ SANTA BÁRBAAR DE NEXE...

. FOMOS JOGAR À FALFOSA.

. ESTAMOS A VOLTAR.

. TUDO CHEGA AO FIM.... ATÉ...

. DA IMPRENSA

. VIVA A SOLEDADE URBANO.

. HOUVE FESTA NO SÍTIO DA A...

. AS HORTAS E A GRICULTURA...

. A FRASE DE HOJE

. PORQUE HOJE É DOMINGO

. BOM FIM DE SEMANA PARA TO...

. VELHO DO RESTELO

. CHEGUEI...

. EU NÃO POSSO ACREDITAR...

. A VIDA DIFÍCIL DOS MIÚDOS...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. SANTA BÁRBARA DE NEXE

blogs SAPO

.subscrever feeds