Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

A BELEZA DO FUTEBOL

OS GUARDA REDES DO FARENSE...
Ocorre-me falar desta actividade porque é uma indústria que move milhões e de futebol toda a gente sabe um pouco. E depois o nosso Farense está um bocado “empanado” e, deste modo, pretendo recordá-lo aqui, citando os grandes atletas que por lá passaram e que eu conheci.
Gostava  de convidar pessoas que gostam de futebol, a dizer algo também, para dinamizar a matéria.
Primeiro, direi umas dicas sobre o que eu penso sobre a modalidade e, se houver interesse, vamos analisar aí os grandes jogadores da defesa, do meio campo e das linhas avançadas do Farense .
Assm:
1) A beleza do futebol advèm em minha opinião, de se tratar de uma competição de onze contra onze. Num jogo de equipa de onze jogadores contra onze jogadores, a grandeza do jogo reside na força e na produção do colectivo. E no processo científico de colocar onze pessoas, que formam uma equipa, com o mesmo objectivo mas com diferentes formas de ser, do mesmo lado e com elas conseguir ser superior à outra equipa, de igualmente onze praticantes. A beleza do jogo ressalta de se conseguir ser superior.
2) A beleza do jogo em si ressalta de inúmeras qualidades que o atleta tem de colocar em campo, como a inteligência, a esperteza, a rapidez, a eficácia, a resistência física/velocidade, a visão e conhecimento do jogo e outros aspectos importantes. Da colocação em campo destes atributos de per si combinados onze vezes vem a beleza do futebol.
2.1) Ser inteligente durante o jogo é fundamental. O atleta tem de agir em benefício da equipa e conhecer os pontos fracos e fortes dos companheiros e adversários. As acções inteligentes têm por característica a capacidade de mudar as tendências do acaso. Para se obter a beleza do futebol a base é o treino e todo um conjunto de factores que não podem deixar-se ao acaso, como o repouso, o regime alimentar, o horário do descanso, outros
2.2) A esperteza colocada em campo pelo jogador surpreende e dá uma tónica de beleza ao jogo pelo imprevisto da execução. O jogador esperto é o jogador fino, que está activo e totalmente envolvido no jogo, é o jogador que põe toda a astúcia no seu desempenho. Em suma, faz coisas durante o jogo que surpreende totalmente o adversário a quem vence na disputa
 
.2.3) A rapidez é uma característica fundamental na execução do jogo. Vem daí muito da beleza que o futebol contém. No confronto entre dois o mais rápido ganha. Rapidez entenda-se em todos os aspectos. Na leitura do jogo, na compreensão da jogada, na exploração do aspecto mais frágil do adversário e na exploração melhor de si próprio. A resistência vive paredes meias com a velocidade. A rapidez na execução da simulação, ajuda muito na disputa do lance. Um jogador mais rápido tem mais hipótese de vencer o duelo.
 
2.4) A eficácia respeita no aproveitamento das ocasiões de obter êxito. A beleza da finalização encanta o espectador. É o momento mágico do jogo. O expoente máximo da disputa que faz desaguar as emoções. Há alguns que dizem que a eficácia do ataque reside mais na ineficácia da defesa contrária. Mas um lance de ataque culminado com um remate rasteiro ou por alto, é sempre um momento alto do espectáculo.
 
2.5) Visão e conhecimento de jogo. Estas são as características do artista, daquele atleta que pensa o jogo, que o lidera e o comanda. O camisa 10, como geralmente é chamado o jogador que tem essa missão, é o atleta que pauta o jogo, isto é, que joga mais depressa ou mais devagar consoante as necessidades do momento. É ele de quem os adeptos esperam que marque o golo que decide.
 
3) GRANDES FIGURAS DO FARENSE; OS GUARDA REDES.
 
Quando eu cheguei FARO em 52, o guarda redes titular do FARENSE era o RATO. Penso que o Cabo SANTOS estava a terminar a carreira. Depois veio do Sporting da Covilhã o ISAURINDO que jogava lá com o Carlos Ferreira e Cavém, o Lãzinha ( de Faro) e o Cabrita. Entretanto surgia dos juniores o GAGO. Depois O FILHÓ e depois veio o RODRIGUES, o Caboverdiano, depois dos juniores veio o SEROMENHO, depois o MÁRIO que veio de “Os Leões de Santarém”, depois o BENJE e dos juniores surgiu o CALOTAS. (se não for assim é mais ou menos).
 
Todos eram muito bons mas o melhor de todo deveria ter sido o BENJE.
O guarda redes é um elemento essencial no jogo. Joga de frente para a bola e comanda os jogadores que jogam à sua frente na defesa. A pequena área é sua; é ele que manda aí. Fala muito, tapa... marca... cobre... olha aquele e coisas assim. A colocação dentro dos postes é fundamental. E quando sai fora deles a bola é sua. Encaixa ou soca ... conforme as situações. Neste posto, elasticidade e bons rins são precisos.
ANÁLISE A CADA UM.
3.1) – RATO.
Era um jogador calmo. Para guarda redes era baixo. Mas dentro dos postes era muito difícil batê-lo. Nesse tempo havia bons guarda redes em Portugal a jogar bem dentro dos postes. O Cesário do Braga, o Martelo do Lusitano de Évora, o Rosas do Leixões, o Gama do Torreense, O Ramim da Académica, o Zé Pereira do Belenenses e outros.
Não me lembro de nenhuma barracada do RATO mas quando o ISAURINDO chegou a FARO, foi ele quem foi para baliza. Nesse tempo o FARENSE ficava, no fim do campeonato da segunda divisão aí em 5º ou 6º lugar, antes de chegar o treinador QUARESMA. 
RATO, um guarda redes que cumpriu....
(continua...)
João Brito de Sousa
publicado por SOUSINHA às 07:29
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De mestre victor a 1 de Junho de 2007 às 21:00
Viva Campeao continua a dar-nos mais memorias boas do Farense, tu conheceste mais jogadores do Farense, com respeito aos guarda redes de todos os que vi defender a baliza do Farense na minha opiniao o melhor foi o Rodrigus Pereira, nos tempos do Barroca os frangos que se comiam em Faro eram mais baratos.
Ai vai um grande abraco dos Kangaroos
De SOUSINHA a 2 de Junho de 2007 às 18:27
viva.
Obrigado pela visita e uma abraço para toda a família.
O RODRIGUES era bom guarda redes mas vi o tipo levar sete uma vez na Cova da Piedade.
Joaão




De mestre victor a 4 de Junho de 2007 às 00:53
tambem me lembro desse dia, nesse dia toda a equipa jogou mal foi um marinheiro de nome Antonio Luis ( original do Tirsense) que estragou a festa, depois de ter marcado 3 golos ao Rodrigues foi contratato no ano a seguir mas nunca chegou a fazer muito no Farense
De Ventura Telo a 21 de Outubro de 2007 às 19:38
Dado ser mais novo apenas recordo o Benje e posso garantir que grandes jogos o vi fazer. Da equipa de então recordo o citado Benje, o saudoso Capitão Atraca e o não menos espectacular Mirobaldo.
Aquele grande desafio contra o Olhanense, ambos na 1ª divisão, em que a vitória sorriu ao Farense por 4-0 com os 4 golos apontados por Mirobaldo.
Que saudades!!!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FICA SUSPENSO ATÉ NOVA OR...

. A HORTA BIOLÓGICA

. AS GEADAS

. A CARVOARIA DO PASSOS

. UTENSÍLIOS AGRÍCOLAS

. O TREINO DO SENHOR CARVAL...

. FARO DENTRO DAS MURALHAS

. UM BOM FIM DE SEMANA

. IGREJA DE S. PEDRO

. A RUA DOS BRACIAIS

. AO POETA MANUEL JOSÉ E F...

. A HORTA DOS BRITOS

. O MEU PRIMO SEBASTIÃO BRI...

. AS MOÇAS E OS MOÇOS DO M...

. POESIA DO DR. UVA

. ALÓ SANTA BÁRBAAR DE NEXE...

. FOMOS JOGAR À FALFOSA.

. ESTAMOS A VOLTAR.

. TUDO CHEGA AO FIM.... ATÉ...

. DA IMPRENSA

. VIVA A SOLEDADE URBANO.

. HOUVE FESTA NO SÍTIO DA A...

. AS HORTAS E A GRICULTURA...

. A FRASE DE HOJE

. PORQUE HOJE É DOMINGO

. BOM FIM DE SEMANA PARA TO...

. VELHO DO RESTELO

. CHEGUEI...

. EU NÃO POSSO ACREDITAR...

. A VIDA DIFÍCIL DOS MIÚDOS...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. SANTA BÁRBARA DE NEXE

blogs SAPO

.subscrever feeds