Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

O CAFÉ "A BRASILEIRA EM FARO"

 
(na falta de fotografia do café  "A BRASILEIRA", que figura no ABSORTO do Eduardo Graça, para condizer com o texto, aí vai uma foto da ria FORMOSA de FARO)
 
 
 
 
Não há ninguém em Faro, que andasse por lá nos anos cinquenta/ sessenta que não se lembre do Café “A Brasileira”. São estabelecimentos como este que fazem as cidades. Dos estudantes que por lá passaram, muitos são hoje excepcionais contadores de histórias, como o Mário Zambujal, o Casimiro de Brito, o João Manjua Leal, o Marcelino Viegas, o José Maria Oliveira que nunca mais o vi, o prof. Franklim Marques, o Luís Cunha   e tantos outros .
Ninguém me encomendou o sermão, mas acho que seria giro contarem aí uma história passada no “A BRASIEIRA.”. Vamos lá rapaziada .. Eu fiz estes versos...      
 
 
“O PESSOAL DA BRASILEIRA”
(partir dos versos para imaginar o Café estabelecimento; se o Ed me ler que me autorize  a utilizar a foto onde está o senhor INÁCIO E ESPOSA)
 
 
Num dia talvez feriado
Esta foto da “ BRASILEIRA”
Que no blog podemos ver...
É um estabelecimento fechado
Mas de qualquer maneira
Recordá-lo dá-me prazer..
 
Nas mesas não está ninguém
Não há clientes p’ra servir
Mas todo o pessoal está lá ...
 Mas a foto deixa a mensagem
Se tu quiseres cá vir
Podes vir que estamos cá ....
 
Ó tempo volta p’ra trás
Dá –me tudo o que eu perdi...
Deixa-me voltar a reviver.
Aqueles momentos de “paz”
Que com o Zeca Afonso vivi
Quando ele tinha testes para ver.
 
E deixa-me recordar também
Os desenhos que o Zambujal fazia
Recordando os jogadores de então...
Fazia os bonecos tão bem
Que não precisava de fotografia
E saíam todos na perfeição.
 
Mas de todos aqueles professores
Que às tardes ali se juntavam
O que possuía mais desembaraço
D’ entre todos aqueles doutores
Que pelo café se instalavam
Era o Arqº Hermínio do laço.
 
 
Cabelo preto, forte e elegante
Baixote... e conversador exemplar
Falava mais que dez mil....
Mas nesta resenha distante
Nunca podemos deixar de evocar
O grande matemático Gil.
 
 
E da rapaziada do Liceu
Que frequentava A BRASILEIRA
Naquele tempo antigo
A minha memória escolheu, 
Dentre todas, a figura primeira
Do Eduardo Graça amigo.
 
 
E o velho Daniel Farias
Professor e amigo da casa
Que acompanhava com o Xico
Contava histórias de tais fantasias
Que deixava as colegas em brasa....
E meus senhores por aqui me fico.
 
 
 
João Brito de Sousa
 
 
 
 
 
 
 
 
 
publicado por SOUSINHA às 16:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FICA SUSPENSO ATÉ NOVA OR...

. A HORTA BIOLÓGICA

. AS GEADAS

. A CARVOARIA DO PASSOS

. UTENSÍLIOS AGRÍCOLAS

. O TREINO DO SENHOR CARVAL...

. FARO DENTRO DAS MURALHAS

. UM BOM FIM DE SEMANA

. IGREJA DE S. PEDRO

. A RUA DOS BRACIAIS

. AO POETA MANUEL JOSÉ E F...

. A HORTA DOS BRITOS

. O MEU PRIMO SEBASTIÃO BRI...

. AS MOÇAS E OS MOÇOS DO M...

. POESIA DO DR. UVA

. ALÓ SANTA BÁRBAAR DE NEXE...

. FOMOS JOGAR À FALFOSA.

. ESTAMOS A VOLTAR.

. TUDO CHEGA AO FIM.... ATÉ...

. DA IMPRENSA

. VIVA A SOLEDADE URBANO.

. HOUVE FESTA NO SÍTIO DA A...

. AS HORTAS E A GRICULTURA...

. A FRASE DE HOJE

. PORQUE HOJE É DOMINGO

. BOM FIM DE SEMANA PARA TO...

. VELHO DO RESTELO

. CHEGUEI...

. EU NÃO POSSO ACREDITAR...

. A VIDA DIFÍCIL DOS MIÚDOS...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. SANTA BÁRBARA DE NEXE

blogs SAPO

.subscrever feeds