Segunda-feira, 11 de Junho de 2007

REFLEXÃO POLÍTICA

O TEMA DE HOJE É DA AUTORIA DE Alexandre Herculano, in "Duas Épocas e Dois Monumentos (Questões Públicas - 1843)", cujo título é “SOMOS UMA NAÇÃO QUE SE REGENERA...” e que se apresenta a seguir.
(Alexandre Herclano)
 
“Que somos nós hoje? Uma nação que tende a regenerar-se: diremos mais: que se regenera. Regenera-se, porque se repreende a si própria; porque se revolve no lodaçal onde dormia tranquila; porque se irrita da sua decadência, e já não sorri sem vergonha ao insultar de estranhos; porque principia, enfim, a reconhecer que o trabalho não desonra, e vai esquecendo as visagens senhoris de fidalga.
 
Deixai passar essas paixões pequenas e más que combatem na arena política, deixai flutuar à luz do sol na superfície da sociedade esses corações cancerosos que aí vedes; deixai erguerem-se, tombar, despedaçarem-se essas vagas encontradas e confusas das opiniões! Tudo isto acontece quando se agita o oceano; e o mar do povo agita-se debaixo da sua superfície.
 
O sargaço imundo, a escuma fétida e turva hão-de desaparecer. Um dia o oceano popular será grandioso, puro e sereno como saiu das mãos de Deus. A tempestade é a precursora da bonança. O lago asfaltite, o Mar Morto, esse é que não tem procelas.

O nosso estrebuchar, muitas vezes colérico, muitas mais mentecapto e ridículo, prova que a Europa se enganava quando cria que esta nobre terra do último ocidente era o cemitério de uma nação cadáver. Vivemos: e ainda que semelhante viver seja o delírio febril de moribundo, esta situação violenta, aos olhos dos que sabem ver, é uma crise de salvação, posto que dolorosa, e lenta. Confiemos e esperemos: o nome português não foi riscado do livro dos eternos destinos...”
 
BIOGRAFIA.
 
Durante sete anos, foi diretor da Panorama, revista de carácter artístico e cientifico na qual publicou varias de suas obras. Dedicou-se seriamente à actividade de historiador, pesquisando e colecionando documAlexandre Herculano nasceu em 1810 em Lisboa, de família modesta, não pôde fazer estudos universitários, então contornou como autodidata. Aos 21 anos interrompeu a suas actividades para se envolver na revolta militarentos por todo o país. Teceu conflitos ideológicos com o clero porque se negou a admitir como verdade histórica o chamado “Milagre de Ourique” – segundo o qual Cristo aparecera ao rei Afonso Henriques naquela batalha. , horrorizado pelo os absolutistas. Exilou-se em Agosto 1831, fugindo da perseguição dos absolutistas. No ano seguinte participou na expedição liberalista à Ilha Terceira como voluntário, e foi um dos 7500 homens de D. Pedro IV a desembarcar no Mindelo para a ocupação do Porto (juntamente com Garrett).

 
Sua desilusão com a vida pública foi aumentando gradualmente, o que o fez recusar títulos e nomeações e ocupar-se da agricultura em sua propriedade em Vale de Lobos, próximo a Santarém. Mesmo retirado, gozou de grande prestigio até o fim da vida.
 
Estudou Latim, Lógica e Retórica no Palácio das Necessidades e, mais tarde, na Academia da Marinha Real, estudou matemática com a intenção de seguir uma carreira comercial. Descontente com o governo de Miguel I de Portugal, exilou-se na França, onde escreveu os seus melhores poemas. Voltou a Portugal, em 1832, continuou a fazer poesia, como A Voz do Profeta em 1836 e A Harpa do Crente em 1838. No jornal Panorama por volta de 1840; publicou obras de ficção, como Eurico, o Presbítero de 1844, e ganhou fama como historiador.
 
Publicou A História de Portugal, em quatro volumes, e História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal.Herculano foi o responsável pela introdução e pelo desenvolvimento da narrativa histórica em Portugal. Juntamente com Almeida Garrett, é considerado o introdutor do Romantismo em Portugal, desenvolvendo os temas da incompatibilidade do homem com o meio social.
Morreu na sua quinta de Vale de Lobos (Santarém) a 13 de Setembro de 1877.
 
O MEU COMENTÁRIO.
 
O melhor que tem este texto de Herculano, é o seu vigor, o seu perfeito domínio da língua portuguesa, o seu querer acreditar que Portugal era um PAÍS promissor. PORTUGAL é o mesmo País que falava Fialho de Almeida em 1923, e um País sem ética, é um que não se dignifica, apesar da Revolução dos Cravos.   . 
 
O texto de Herculano só pode revelar a vontade do País em regenerar-se, o que não fez .e nem se sabe bem porquê nem nunca se virá a saber. Estranha-se o facto pois nesse tempo havia homens com ideias avançadas e grandes tribunos como o foram José Esteves e Almeida Garrtett, duas grandes figuras da dialéctica política..
 
É de Garrett esta frase: saberão os senhores quantos sacrifícios , quantas mortes, quantas desgraças, quantas... quantas.. para se formar um rico?:.   Portanto, a nível de ideias o País estava bem servido. O estrebuchar de Herculano e de outros não deu nada infelizmente...
 
Hoje é o escritor Baptista-Bastos que diz : “este não é o País que me prometeram” e o Presidente da República pediu ontem aos Portugueses: “não se verguem; sejam portugueses.”
 
O resto está no blog da Historiadora Drª Elisabete Neves.
 
João Brito Sousa
 
publicado por SOUSINHA às 13:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FICA SUSPENSO ATÉ NOVA OR...

. A HORTA BIOLÓGICA

. AS GEADAS

. A CARVOARIA DO PASSOS

. UTENSÍLIOS AGRÍCOLAS

. O TREINO DO SENHOR CARVAL...

. FARO DENTRO DAS MURALHAS

. UM BOM FIM DE SEMANA

. IGREJA DE S. PEDRO

. A RUA DOS BRACIAIS

. AO POETA MANUEL JOSÉ E F...

. A HORTA DOS BRITOS

. O MEU PRIMO SEBASTIÃO BRI...

. AS MOÇAS E OS MOÇOS DO M...

. POESIA DO DR. UVA

. ALÓ SANTA BÁRBAAR DE NEXE...

. FOMOS JOGAR À FALFOSA.

. ESTAMOS A VOLTAR.

. TUDO CHEGA AO FIM.... ATÉ...

. DA IMPRENSA

. VIVA A SOLEDADE URBANO.

. HOUVE FESTA NO SÍTIO DA A...

. AS HORTAS E A GRICULTURA...

. A FRASE DE HOJE

. PORQUE HOJE É DOMINGO

. BOM FIM DE SEMANA PARA TO...

. VELHO DO RESTELO

. CHEGUEI...

. EU NÃO POSSO ACREDITAR...

. A VIDA DIFÍCIL DOS MIÚDOS...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. SANTA BÁRBARA DE NEXE

blogs SAPO

.subscrever feeds