Sábado, 22 de Setembro de 2007

A HORTA BIOLÓGICA

 

A HORTA BIOLÓGICA

Parte-se do ponto de vista que o  consumidor também deve decidir-se na
escolha dos seus produtos. Actualmente, existe  uma consciência
generalizada sobre a má qualidade da alimentação industrial.
Objecta-se, por vezes, que sendo a poluição uma ocorrência de carácter
geral, ninguém pode pretender  a obtenção de produtos biológicos.

Se ao agrobiologista não estiver ao abrigo das manobras dos seus
vizinhos o seu solo terá adquirido uma composição diferente, que não
se compara com a de uma terra que  se possa considerar como simples
suporte para os adubos solúveis.

Este solo será rico em húmus, será habitado por uma vida intensa:
microorganismos, bactérias, fungos,, minhocas, etc. Portanto, o
problema deve colocar-se com clareza:

"UVIDAR-SE  DA RODUÇÃO BIOLÓGICA SOB PRETEXTO DE QUE NEM TODAA
SUPERFÍCIE DO GLOBO PODE RECONVERTER-SE AOS MÉTODOS AGRÍCOLAS NATURAIS
É UMARGUMENTO D MÁ- FÉ ...".

Portanto cada individuo pode produzir simplesmente uma parte da sua
alimentação, caso queira saber o que está a comer e pretenda renovar,
simultaneamente, os laços estabelecidos com aterra, com os vegetais,
que apenas pedem para ser amados de modo a poderem dar, também algo de
si.

Recolha de

JOÃO BRITO SOUSA


publicado por SOUSINHA às 17:15
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 28 de Setembro de 2007 às 08:57
tás-te a esquecer da fome que há no mundo? achas que a solução está nas hortas cheias de caca?
Desengana-te e adere ao nosso grupo os
AnArKas de Braciais
Início das actividades

As actividades pelo clube aljustrelense irão dar início pelo dia 4 de Outubro, com o lançamento do Alambique, a nova publicação confeccionada por estas bandas. Esta mesma apresentação também andará pelo CCL
(Cacilhas) no dia 5 de Outubro e pelo Porto, na Casa Viva no dia 6.


Por agora fiquem com o editorial do Alambique


Alambique, s.m. [do ár. ‘anbiq] –
1. Aparelho próprio para realizar destilações – 2. Fig. Aquilo que serve para apurar ou aprimorar

Depois de alguns meses em fermentação o ALAMBIQUE começa a destilar.

Esta é uma publicação que surge do projecto anarquista Centro de Cultura Anarquista (CCA) Gonçalves Correia, que se movimenta entre Aljustrel, Ferreira do Alentejo e Castro Verde e restante Baixo Alentejo. Já em 2003 o CCA de Ferreira do Alentejo juntara na difusão do pensamento libertário diversos companheir@s da região. De há um ano para cá, ressurge o CCA, agora denominado Gonçalves Correia (em nome da mais renomeada herança anarquista da zona), junto do Club Aljustrelense, espaço que periodicamente abre portas às nossas iniciativas.

Os objectivos: estreitar as afinidades libertárias e procurar divulgar através de várias iniciativas públicas diversas questões e problemas que combatam a apatia, o medo e o conformismo que nos sufoca. Dar viva voz ao protesto.

O ALAMBIQUE surge depois de um ano de actividades no Clube, onde o projecto assentou arraiais. A necessidade de dar a conhecer o que fazemos, de sair portas fora tornou-se ao longo deste tempo algo imperativo. Não apenas com vista a um alcance maior, mas para quebrar com a passividade de nos fecharmos num getho, numa tribo, com os mesmos de sempre. Nesse sentido o Club Aljustrelense só por si, é isso mesmo: um clube. E o nosso projecto pese querer contribuir sobremaneira para a sua dinamização, nunca pretendeu encerrar-se na dinâmica fechada de um espaço que tem a sua vida própria com as suas virtudes e os seus defeitos.

Nesta nossa (des)construção afirmamos não apenas a crítica ao insaciável capitalismo e autoritarismo que nos rodeia. Queremos também, informal e livremente, que a nossa festa e o nosso companheirismo não seja a alienação que nos querem impor, mas a revolta com que queremos aprender a viver.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FICA SUSPENSO ATÉ NOVA OR...

. A HORTA BIOLÓGICA

. AS GEADAS

. A CARVOARIA DO PASSOS

. UTENSÍLIOS AGRÍCOLAS

. O TREINO DO SENHOR CARVAL...

. FARO DENTRO DAS MURALHAS

. UM BOM FIM DE SEMANA

. IGREJA DE S. PEDRO

. A RUA DOS BRACIAIS

. AO POETA MANUEL JOSÉ E F...

. A HORTA DOS BRITOS

. O MEU PRIMO SEBASTIÃO BRI...

. AS MOÇAS E OS MOÇOS DO M...

. POESIA DO DR. UVA

. ALÓ SANTA BÁRBAAR DE NEXE...

. FOMOS JOGAR À FALFOSA.

. ESTAMOS A VOLTAR.

. TUDO CHEGA AO FIM.... ATÉ...

. DA IMPRENSA

. VIVA A SOLEDADE URBANO.

. HOUVE FESTA NO SÍTIO DA A...

. AS HORTAS E A GRICULTURA...

. A FRASE DE HOJE

. PORQUE HOJE É DOMINGO

. BOM FIM DE SEMANA PARA TO...

. VELHO DO RESTELO

. CHEGUEI...

. EU NÃO POSSO ACREDITAR...

. A VIDA DIFÍCIL DOS MIÚDOS...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. SANTA BÁRBARA DE NEXE

blogs SAPO

.subscrever feeds