Terça-feira, 29 de Maio de 2007

CRÓNICA ESCRITA NO PORTO

em 2006.10.22
 
O DESCONFORTO DAS CASAS DEGRADADAS...
 
No País em geral e na cidade do Porto em particular, há ruas e ruas com casas em mau estado de conservação, que constituem um peso morto na cidade. Penso que isso existe em todas as cidades do País, mas no Porto em particular, e é uma situação que me desgosta constatar. Não devia de existir. Um prédio no centro da cidade, em ruínas, constitui um prejuízo enorme para a autarquia porquanto contribui para a desertificação da cidade e causa embaraços à estética da urbe. Vêem-se prédios velhos por aí, em situação confrangedora tal, que dá à cidade um aspecto de “terceira idade” ou mais.
 
É verdade que as cidades cobram o imposto respectivo através das Câmaras Municipais e por aqui pode não haver prejuízo de maior. Mas normalmente essas casas abandonadas são pontos de encontro de ratos, algumas vezes cobras, gatos abandonados e outras animais .... que, infelizmente prejudicam o ambiente.  
 
Penso que as Câmaras Municipais pouco poderão fazer em termos de obrigar os senhorios a fazer as reparações devidas e tornar a cidade mais saudável e habitável. Mas a Assembleia Municipal podia colocar em agenda este assunto para discussão e encontrar um processo, uma postura camarária ou outra modalidade qualquer, que legislasse sobre esse problema e fizesse com que as ditas casas pudessem ser recuperadas. Porque esse trabalho tem que ser feito mais cedo ou mais tarde..
 
As cidades necessitam de pessoas e as pessoas precisam das cidades. E acho que este “casamento” pode ser efectuado com vantagens para ambas as partes. Penso que o assunto merece a atenção de quem responsável, porque no fundo é a saúde pública que está em jogo e, se tal for feito todos nós saímos a ganhar. 
 
Esta crónica dirigida à cidade do Porto em particular, vai no sentido de procurar integrar-me numa cidade onde eu fui sempre do contra... talvez irracionalmente do contra e não há motivo nenhum para se ser assim. Afinal... o movimento liberal começou aqui em 20 de Agosto de 1820. e houve ainda a Revolução do 31 de Janeiro com o sargento Abílio e o alferes Malheiro.
 
Dizem eles daqui.. o Porto é uma Nação... carago...
 
Estou a estudar a cultura dos portuenses; a cultura corrente e a outra ... a do F.C.Porto, claro...
 
João Brito Sousa
 
publicado por SOUSINHA às 12:45
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FICA SUSPENSO ATÉ NOVA OR...

. A HORTA BIOLÓGICA

. AS GEADAS

. A CARVOARIA DO PASSOS

. UTENSÍLIOS AGRÍCOLAS

. O TREINO DO SENHOR CARVAL...

. FARO DENTRO DAS MURALHAS

. UM BOM FIM DE SEMANA

. IGREJA DE S. PEDRO

. A RUA DOS BRACIAIS

. AO POETA MANUEL JOSÉ E F...

. A HORTA DOS BRITOS

. O MEU PRIMO SEBASTIÃO BRI...

. AS MOÇAS E OS MOÇOS DO M...

. POESIA DO DR. UVA

. ALÓ SANTA BÁRBAAR DE NEXE...

. FOMOS JOGAR À FALFOSA.

. ESTAMOS A VOLTAR.

. TUDO CHEGA AO FIM.... ATÉ...

. DA IMPRENSA

. VIVA A SOLEDADE URBANO.

. HOUVE FESTA NO SÍTIO DA A...

. AS HORTAS E A GRICULTURA...

. A FRASE DE HOJE

. PORQUE HOJE É DOMINGO

. BOM FIM DE SEMANA PARA TO...

. VELHO DO RESTELO

. CHEGUEI...

. EU NÃO POSSO ACREDITAR...

. A VIDA DIFÍCIL DOS MIÚDOS...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. SANTA BÁRBARA DE NEXE

blogs SAPO

.subscrever feeds